Páginas

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Fechada para balanço

  O ano começou mais uma vez de forma agitada, confundindo de novo meus pensamentos.Mas consegui dar uma pausa para refletir.Estive algum tempo, digamos  fechada para balanço. A primeira lembrança que tive foi de um santo sacerdote ungido por Deus.Um dia conversando comigo interrogou se eu queria ser menina para sempre e advertiu que : meninas não constituem família e não tem vida consagrada, e ainda que para me tornar mulher teria sim que passar por alguns sofrimentos.talvez palavras duras, mas foram necessárias.
  Então peguei meu velho diário-que não é tão velho assim-e vi por quantas coisas passei, quantas vezes me desesperei achando que não tinha saída.Hoje vejo que portas tinham que se fechar para que eu mudasse de rota e encontrasse o caminho certo.Vejo o quanto evolui e que toda a dor que senti, hoje- apesar da pouca idade- está me tornando uma mulher de verdade,  de vibra, de Deus.Com lucidez agora eu posso olhar o passado-que é o único tempo que entendemos-e ver que foi necessário acontecer tudo o que aconteceu na minha vida em 2010.Pois nas adversidades que forjei o meu caráter e personalidade e também descobri os verdadeiros amigos.
  Agradeço a Deus por tudo isso, pelos anjos de carne e osso que colocou na minha vida e as pessoas, que as vezes com estranheza, reconheceram em mim uma cristã, sei que era Ele usando dessas pessoas para dizer que eu estava fazendo a coisa certa.Posso dizer "já e ainda não", se hoje Jesus viesse hoje me chamar para o Seu reino, já estaria pronta mais ainda não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário